PODC: Planejamento, Organização, Direção e Controle

Mulheres executivas confiantes sorrindo

PODC é a sigla para as quatro funções da administração. Gestão significa, basicamente, o uso criterioso dos meios para atingir um fim. Também podemos entender que é a organização e controle dos negócios de uma empresa ou setor dentro dela.

Uma empresa, seja pequena ou grande, deve ter alguns procedimentos e planos para manter o estado de funcionamento de forma eficaz e eficiente. E para que as ações de um negócio sejam executadas da maneira desejada, há uma grande necessidade de desenvolver e implementar conceitos de gestão.

A metodologia que se põe em prática para realizar as funções com sua sequência assumida por um gerente é o que se chama de processo de gestão, que envolve: Planejar, organizar, dirigir e controlar (PODC).

Planejamento – Este é um dos componentes mais importantes da gestão. O planejamento envolve a preparação de uma sequência de ações para atingir um objetivo específico. Se for feito de forma eficaz, pode reduzir o tempo e os esforços necessários. Um plano serve da mesma forma que um mapa. Assim como este o orienta para chegar ao seu destino, o mesmo acontece com o planejamento para atingir seu objetivo.

PODC

Funcionários e gestores em suas funções com notebook, gráficos e engrenagem

Faz parte do planejamento seguir um plano e ver o quanto você progrediu em direção ao seu objetivo e o quão longe está do seu destino. É bom saber onde você está para poder decidir como chegará ao seu ponto final. É a primeira função gerencial essencial desempenhada para determinar o que deve ser feito para realizar um trabalho.

Não se pode ter sucesso sem um planejamento. Uma boa gestão envolve uma boa preparação. Este processo inclui planos de negócios, orçamentos, aumento de vendas e lucros. Sua principal tarefa é responder: quem deve fazer; O que precisa ser feito; como deve ser executado, quando e onde isso ocorrerá.

Organização – Este é o ato de reorganizar os elementos de uma maneira particular para obter a saída desejada – Qualquer coisa que esteja na ordem correta, pode ser considerada organizada. Este fator também pode ser definido como a colocação de diferentes objetos em um arranjo lógico para fins específicos.

Essa etapa destina-se à utilização ideal dos recursos disponíveis, a fim de obter a saída desejada. É designar pessoas para tarefas no local de trabalho. Organizar é um amplo conjunto de atividades que envolve a divisão de ações para que indivíduos ou grupos possam realizá-las de forma eficaz e eficiente.

Direção – Indicada pelo conceito de orientação, esta função tem muito valor e importância. É a chave para atingir as metas e objetivos organizacionais. Tal encargo gerencial é aquele em torno do qual todo o desempenho é girado.

O direcionamento está relacionado às instruções e orientação aos subordinados em relação às tarefas que lhes são atribuídas, ao mesmo tempo em que lhes permite saber o que se é esperado. A direção necessita que papéis de liderança e técnicas motivacionais sejam estabelecidas.

Controle – Este é o processo através do qual se garante se os planos estão sendo cumpridos e se está havendo progresso nos objetivos organizacionais. É a etapa de monitorar quão bem os recursos estão sendo utilizados e as atividades realizadas com eficiência.

Envolve o estabelecimento de padrões e medição de desempenho com acompanhamento e revisão das atividades, de forma a tomar medidas corretivas em caso de desvios. Segundo Henry Fayol, sobre quem falaremos mais neste post, “O controle consiste em verificar se tudo ocorre em conformidade com o plano adotado, as instruções emitidas e os princípios estabelecidos. ”

A principal função da administração é garantir resultados organizacionais. Para isso, é colocado em prática o gerenciamento baseado em resultados, a fim de maximizar as chances de crescimento e ganhos.

Administradores e funções

Administradores e suas funções em reunião

Todos os profissionais devem desempenhar no mínimo quatro funções básicas de gestão, que são indispensáveis. Por este motivo, conceituamos um administrador como aquele que planeja, organiza, dirige e controla as atividades de um projeto ou empresa.

Esses são os princípios fundamentais que compõem o PODC. O conceito da administração é amplo e engloba fatores responsáveis por atingir resultados estabelecidos previamente dentro de uma organização.

A gestão é um aspecto que não tem os mesmos deveres específicos de algumas das outras partes do negócio. Por exemplo, embora um contador sempre saiba com clareza a experiência e as responsabilidades que possui, um gerente precisa ter um conjunto muito mais amplo de habilidades, com as tarefas variando de acordo com o negócio. No entanto, a administração, como todas as outras partes da empresa, tem certas funções para orientar as operações.

Isso requer o uso eficiente de recursos aliado à orientação de pessoas para atingir um objetivo organizacional específico. Também envolve a responsabilidade de atingir as metas e cumprir funções organizacionais específicas por meio de planejamento e regulamentação econômicos e eficazes. É sobre assumir o controle e garantir que o foco seja colocado nos aspectos do negócio que ajudam a atingir a visão e os objetivos.

Três características principais definem o processo de gestão

Executiva segurando papéis com expressão preocupada

Em primeiro lugar, precisamos entender que a gestão é um processo de atividades contínuas e relacionadas. Cada uma das funções está relacionada entre si e se complementam. É difícil considerá-las isoladamente, pois a gestão exige que as atividades sejam integradas. Quando um gerente se envolve em uma função, na verdade também inicia o processo de fazer parte de outras.

PODC: a segunda característica central da gestão concentra-se nas metas organizacionais

A gestão está amplamente focada em cumprir a missão-chave da organização, sua visão. Embora existam objetivos detalhados nos quais possa se concentrar, a administração está principalmente interessada em identificar as metas organizacionais mais amplas e usar as diferentes funções para atingir os objetivos. Cada uma delas aproxima a empresa do alcance de sua visão.

Por fim, a administração atinge as metas organizacionais trabalhando com pessoas e recursos. É possível usar diferentes soluções financeiras ou equipamentos físicos como parte do processo, ao mesmo tempo em que direciona e orienta a equipe em direção aos objetivos. O gerente é responsável por apoiar as pessoas e conectar o indivíduo certo com seus devidos recursos.

Mão segurando lupa observando gráficos e relatórios

Henri Fayol

Pela inovação trazida em sua obra, Henri Fayol foi muitas vezes considerado um dos pais da administração. O profissional foi um dos primeiros em sua área a estudar administração de maneira mais sistematizada.

Fayol foi o primeiro autor a trabalhar as terminologias da administração de maneira mais interligadas, antes separadas por focos: management (área técnica empresarial), business (área comercial) e administration (direção superior).

Princípios

Henri Fayol criou a Teoria Administrativa ou 14 princípios de gestão. Veja a seguir quais são eles:

Divisão de Trabalho: este princípio tem como conceito o maior aprimoramento das forças produtivas do trabalho, como na investigação escrita por *Adam Smith;

Autoridade: o gerente deve ser capaz de solicitar. A autoridade fornece esse direito;

Disciplina: os funcionários devem obedecer e respeitar as regras e regulamentos que regem a organização;

Unidade de Comando: cada funcionário deve receber ordens ou instruções de apenas um superior;

Unidade de Direção: cada grupo da organização deve ser dirigido por um gerente usando um plano;

Subordinação dos interesses individuais ao objetivo geral: a administração deve zelar para que as metas sejam sempre supremas;

Remuneração do Pessoal: funcionários devem receber um salário razoável pelo seu trabalho;

A Centralização deve seguir o conceito: processo de transformação da atribuição de autoridade de tomada de decisão a um nível superior de uma hierarquia organizacional;

Cadeia escalar: a linha de autoridade da alta administração para os escalões inferiores representa a hierarquia;

Ordem: as pessoas e os materiais devem estar no lugar e hora certos;

Equidade: na gestão de uma empresa, é a combinação das necessidades de bondade e justiça;

Estabilidade de Posse do Pessoal: o trabalho do pessoal é bom se a segurança e a melhoria na carreira forem garantidas para a equipe;

Iniciativa: permitir que todo o pessoal mostre sua iniciativa de alguma forma é uma fonte de esforço para a organização;

Espírito de equipe: Promover este conceito criará unidade e harmonia dentro da empresa.

*É importante ressaltar que Adam Smith (Teoria Económica Clássica – 1776) elaborou sua tese em uma época em que as ciências sociais eram partes de uma grande disciplina chamada de filosofia moral. Essa qualidade era um tema indissociável das discussões econômicas, mas a secularização das instituições durante o iluminismo afastou esses princípios da economia.

O Iluminismo incluiu uma série de ideias centradas na razão como a principal fonte de autoridade e legitimidade e defendia ideais como liberdade, progresso, tolerância, fraternidade, governo constitucional e separação Igreja-Estado.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram