Aprenda a fazer um bom Planejamento Estratégico

Ilustração em azul: Gerentes e colaboradores realizando um Planejamento Estratégico

O planejamento estratégico é essencial para qualquer gestão, pois é responsável por mapear os caminhos para que uma empresa alcance cada um dos seus objetivos.

Com um planejamento funcional, é possível definir metas, traçar estratégias, antecipar possíveis adversidades e monitorar seu progresso em qualquer projeto e iniciativa da empresa. São etapas que requerem acompanhamento constante, com análise rigorosa e sempre visando o cenário completo.

Este conceito se concentra na integração de vários departamentos dentro de uma empresa, com o intuito prático de alcançar suas metas. Temos como exemplos dessa mobilização: contabilidade e finanças, marketing e recursos humanos, etc.

O conceito de planejamento estratégico tornou-se originalmente popular nas décadas de 1950 e 1960 e gozou de popularidade no mundo corporativo até a meados de 1980, quando caiu em desuso. No entanto, o entusiasmo pelo planejamento de negócios foi revivido na década de 1990 e permanece relevante nos empreendimentos atuais.

“O planejamento estratégico é um processo contínuo e sistemático de tomada de decisão empresarial com base em profundo conhecimento do futuro do negócio, incluindo os esforços necessários para aplicar essas decisões, medir resultados e prover feedback.” (P. Drucker, consultor administrativo, professor e escritor)

Para Peter Drucker, que foi considerado o pai da administração, a empresa que conseguir vender o produto/serviço certo, para o cliente correto, com a distribuição adequada, por um preço ajustado e no momento ideal, verá seus esforços de venda reduzirem-se a quase zero – segundo suas próprias palavras.

Processo de Planejamento Estratégico

Este decurso requer reflexão e planejamento consideráveis por parte da administração da empresa. Antes de estabelecer um plano de ação e determinar como implementá-lo estrategicamente, os executivos envolvidos podem considerar várias opções possíveis.

No final, a gestão da empresa deverá estabelecer uma metodologia que tenha mais probabilidade de produzir resultados positivos, que possa ser executada de maneira econômica com uma alta chance de sucesso, evitando riscos financeiros indevidos.

O desenvolvimento e a execução do planejamento estratégico são normalmente vistos como consistindo em três etapas críticas. São elas:

Formulação

Neste importante processo inicial, a empresa avaliará sua situação atual realizando uma auditoria interna e externa. O objetivo disso é ajudar a identificar os pontos fortes e fracos da organização, bem como oportunidades e ameaças (SWOT).

Como resultado da análise, os gerentes decidem em quais planos ou mercados devem se concentrar ou abandonar, como alocar melhor os recursos da empresa e se devem tomar ações como, por exemplo, expandir as operações. As estratégias de negócios têm efeitos de longo prazo no sucesso organizacional.

Implementação

Depois que uma estratégia é formulada, a empresa precisa estabelecer metas ou objetivos específicos relacionados a colocar a metodologia em ação e alocar recursos para a sua execução. O sucesso do estágio de implementação é frequentemente determinado pelo quão bom é o desempenho da administração no que diz respeito a comunicar claramente a estratégia escolhida em toda a empresa e fazer com que cada um dos colaboradores adotem o desejo de colocá-la em ação.

A implementação eficaz envolve o desenvolvimento de uma estrutura sólida para implementar a estratégia, maximizar a utilização dos recursos relevantes e redirecionar os esforços de marketing alinhados com as metas e objetivos do planejamento.

Avaliação de Estratégia

Colaborador usando quadro com post its grudados nele

Qualquer empresário experiente sabe que o sucesso de hoje não garante um amanhã espetacular. Por este motivo, é importante que eles avaliem o desempenho da estratégia escolhida após a fase de implementação. Esta análise envolve três atividades cruciais: revisar os fatores internos e externos que afetam a efetivação da estratégia, medir o desempenho e tomar medidas corretivas para torná-la mais eficaz.

Por exemplo, depois de implementar uma estratégia para melhorar o atendimento ao cliente, a empresa pode entender que precisa adotar um novo programa de software de gerenciamento de relacionamento com o consumidor (CRM) para obter os ganhos desejados nessa conexão interpessoal.

Todas as etapas do planejamento estratégico ocorrem em três níveis hierárquicos: alta gerência, executiva e níveis operacionais. Assim, é imprescindível promover a comunicação e a interação entre colaboradores e gestores em todos os níveis, de forma a auxiliar a empresa a operar como uma equipe mais funcional e eficaz.

Planejamento estratégico e seus benefícios

A volatilidade do ambiente de negócios faz com que muitas empresas adotem estratégias reativas ao invés de proativas. No entanto, elas costumam ser são viáveis apenas a curto prazo, muito embora possam exigir o gasto de uma quantidade significativa de recursos e tempo para serem executadas.

O planejamento estratégico ajuda as empresas a se prepararem de maneira proativa, além de abordar os problemas com uma visão de longo prazo. Eles permitem que a gerência do negócio em questão inicie a influência em vez de apenas responder às situações. Entre os principais benefícios derivados do planejamento estratégico estão os seguintes:

Ajuda a formular estratégias com abordagem lógica e sistemática

Geralmente, esse é o benefício mais importante. Alguns estudos mostram que o próprio processo de planejamento estratégico contribui significativamente para melhorar o desempenho geral de uma empresa, independentemente do sucesso alcançado.

Melhor comunicação entre empregadores e funcionários

A comunicação é crucial para o sucesso do processo de planejamento estratégico. É iniciada por meio da participação e do diálogo entre gestores e colaboradores, o que demonstra o comprometimento com o alcance dos objetivos organizacionais.

Isso ocorre porque eles sabem o que a empresa está fazendo e as razões por trás disso. O PE torna reais as metas e objetivos organizacionais, e os funcionários podem entender mais facilmente a relação entre seu desempenho, o sucesso da empresa e a remuneração. Como resultado, tanto os colaboradores quanto os gerentes tendem a se tornar mais inovadores e criativos, o que promove o crescimento da empresa.

Capacitação das pessoas que trabalham na organização

Ilustração que mostra um homem segurando uma lupa analisando bem gráficos e resultados do planejamento

O aumento do diálogo e da comunicação em todos os estágios do processo fortalece o senso de eficácia e importância dos funcionários para o sucesso geral da empresa. Por esse motivo, é importante que as empresas descentralizem o processo de planejamento estratégico, envolvendo gerentes de nível inferior e funcionários em toda a organização.

Um número crescente de empresas usa o planejamento estratégico para formular e implementar decisões eficazes. Embora esse processo exija uma quantidade significativa de tempo, esforço e dinheiro, um plano estratégico bem elaborado promove de forma eficiente o crescimento saudável da empresa, cumprimento de metas e satisfação dos funcionários.

Clique aqui para ler o nosso post sobre PODC – Planejamento, Organização, Direção e Controle

Declaração de Visão

Uma declaração de visão descreve a maneira como você vê seu negócio. E como tal, deve comunicar esse sonho aos seus funcionários e clientes de uma forma inspiradora.

Não esqueça: sua declaração de visão deve ser revisada continuamente para garantir que ainda esteja alinhada com a maneira como você vê sua empresa.

Declaração de missão

Enquanto uma visão descreve como você vê seu negócio para seus clientes e stakeholders, uma declaração de missão deve mostrar o que você faz atualmente. Muitas vezes descreve o que é realizado, para quem e como. Concentrar-se em sua missão a cada dia deve permitir que você alcance sua visão. Uma declaração de missão pode ampliar suas escolhas e/ou restringi-las.

Valores fundamentais

Os valores essenciais descrevem suas crenças e comportamentos. São elas que permitirão que você alcance sua visão e missão da melhor maneira possível.

A Coca-Cola, por exemplo, lista seus valores essenciais como:

Liderança: coragem para construir um futuro melhor;
Colaboração: alavancagem coletiva – genialidade;
Integridade: seja real;
Responsabilidade: se for para ser, que dependa de mim;
Paixão: comprometida de coração e mente;
Diversidade: tão inclusiva quanto nossas marcas;
Qualidade: o que fazemos, é bem feito.

Erros no planejamento estratégico

Colaboradores sentados em uma mesa da empresa comparando resultados
Imprecisões podem ocorrer em qualquer planejamento estratégico, o importante é investir em soluções

Todos os executivos sabem que a estratégia é importante. No entanto, boa parte deles também acham isso assustador, porque planejar os força a enfrentar um futuro que só podem imaginar por enquanto. A verdade é que é possível entender este medo: escolher uma estratégia envolve tomar decisões que excluem explicitamente possibilidades e opções. É natural um executivo temer que tomar essas resoluções erradas possa vir a atrapalhar sua carreira.

A reação natural é tornar o desafio menos assustador, transformando-o em um sistema que pode ser resolvido com ferramentas testadas e comprovadas. Isso significa gastar algum tempo determinado previamente preparando um plano abrangente de como a empresa investirá em ativos e capacidades existentes (e novos) para atingir uma meta – seja uma maior participação no mercado, ou o envolvimento em algum plano. O PE normalmente é apoiado por planilhas detalhadas que projetam custos e receitas para futuro. Ao final do processo, todos os envolvidos ficam confortáveis e menos atentos.

Pode ser uma excelente maneira de lidar com o medo do desconhecido, mas o receio e o desconforto são parte importante da formulação de estratégias. Na verdade, se estamos totalmente confortáveis com determinadas funções, há uma grande chance de que essa metodologia não seja muito eficaz.

Conclusão

Um plano estratégico é um documento que estabelece a direção de uma organização. Pode ser uma única página ou preencher um fichário, dependendo do tamanho e da complexidade do negócio e da obra.

A maioria dos gerentes pode se beneficiar de um bom PE. O processo de desenvolver um plano ajuda o empresário e sua equipe a dar um passo para atrás e examinar onde estão, para onde querem ir e como têm mais probabilidade de chegar lá. Na ausência de um plano, o trabalho ainda é feito no dia a dia, mas muitas vezes carece de um senso de propósito e prioridade.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram