Qual a importância de fazer a Gestão dos seus Stakeholders?

stakeholder

stakeholder

A comunicação efetiva com os diversos públicos de uma empresa é fundamental no contexto empresarial vivido atualmente, onde é preciso cada vez mais se destacar no mercado. Para isso, é necessário construir uma reputação concreta com a Gestão dos seus Stakeholders. Mas afinal, o que são Stakeholders?

Stakeholders são todos os públicos que influenciam direta e indiretamente na sua empresa. Um erro muito cometido no mercado é pensar que o seu público se resume apenas aos clientes, quando esses, são apenas um dos diversos grupos de interesse que precisam ser mapeados e estudados constantemente. Alguns exemplos de outros Stakeholders fundamentais para uma organização são: colaboradores, clientes, seguidores das redes sociais, fornecedores, mídia, parceiros, concorrentes, governo e público em geral.

A importância de gerir bem seus públicos perpassa, principalmente, por dois pontos: O primeiro deles é entender às diversas oportunidades e ameaças vindas do ambiente externo – quando você conhece e interage com os mesmos, dificilmente será surpreendido com uma crise iniciada nas redes, por exemplo, e da mesma forma, consegue identificar as oportunidades de forma mais ágil e eficiente. O segundo ponto fundamental é a construção de reputação diante da sociedade – empresas que conseguem construir diversas imagens alinhadas e ao mesmo tempo personalizadas para cada público, são hoje as que tem maior reconhecimento do mercado e, por consequência, são as líderes em vendas e possuem uma verdadeira legião de fãs, a exemplo da Apple e Coca-Cola.

 

Os 5 Passos para uma boa gestão dos seus Stakeholders

 

Como apresentamos, a gestão de Stakeholders é fundamental para evitar crises, aproveitar oportunidades e para a construção de reputação de uma empresa. Por isso, trouxemos os 5 passos práticos para você aplicar na sua empresa e entender os seus diversos grupos de interesse:

  1. Mapear os seus Grupos de Interesse

O primeiro passo para a gestão é o mapeamento dos seus públicos. Nesse ponto, é fundamental listar todos os seus Stakeholders, incluindo os que você julga mais importantes, mas também alocando os que você entende que pouco influenciam na sua realidade. Nesse momento, não é necessário elenca-los por ordem de influência, seu foco deve ser pensar no máximo de públicos possíveis, pois como já apresentado, quanto mais públicos mapeados, menor a chance de uma ameaça chegar até sua organização de surpresa.

  1. Entender as Peculiaridades dos seus Públicos

Após listar todos os públicos, é extremamente relevante entender as peculiaridades de cada um. Essa etapa servirá de base para as próximas, pois é nela em que entende-se a fundo cada um dos grupos de interesse, para no futuro conseguir traçar os planos de relacionamento com cada um. Algumas perguntas que precisam ser respondidas são: Por que esse público interfere na minha realidade? Qual o melhor canal de comunicação para interagir com ele? Qual o tom de voz que eu preciso ter com esse público? Como está a minha imagem diante desse público? Com que frequência preciso me comunicar com esse público?

  1. Elencar em ordem de importância

Após entender as particularidades, você precisa começar a priorizar os seus principais públicos de interesse. Priorizar é necessário para definir onde serão investidos os esforços de comunicação. É impossível dar a mesma atenção para todos os grupos, mas é necessário não deixar nenhum de lado pois todos podem contribuir, ou não, com a construção da sua reputação.  Para priorizar, utiliza-se o grau de proximidade com a sua empresa, agregado ao poder de influencia desse público na sua realidade.

  1. Traçar Planos de Ação

As ações que serão realizadas são o grande foco desse ponto. O primeiro plano que deve ser traçado, será como você conseguirá observar seus públicos com o intuito de perceber movimentos que podem se tornar ameaças ou oportunidades. Em ordem de importância e balizado pela análise feita no ponto 2, sua empresa precisa se comunicar de forma assertiva e personalizada, investindo mais atenção nos Stakeholders de maior relevância para o seu negócio. Cada público precisa ver uma imagem diferente da sua empresa, pois sua relação jamais será igual com dois públicos diferentes, mas todas as imagens precisam convergir para os pontos fundamentais da reputação que você pretende ter no mercado.

  1. Analise os resultados

Como todas as ações de Marketing e Comunicação, o último passo precisa sempre ser uma análise dos resultados dos planos de ação executados. Esse passo é relevante para avaliar a efetividade do seu planejamento e validar se o mesmo deve continuar ou não. É importante relembrar que as relações com seus Stakeholders não são estáticas no tempo: o que funcionava ontem não necessariamente funcionará hoje. Em relação à sua reputação, a mesma é um processo à longo prazo, que demorará a dar resultado mas que caso seja bem construída, colocará sua marca como uma das gigantes no ramo.

 

Esse artigo tem por intenção ajudar você a entender melhor a importância da gestão dos seus Stakeholders na sua realidade atual e futura. Esse processo precisa ser recorrente dentro da empresa, afinal você está construindo um relacionamento com seus públicos.

Agora que você já sabe da importância de fazer uma boa Gestão dos seus Stakeholders e caso não tenha profissionais qualificados ou mesmo disponível, já que é um trabalho que depende de tempo, nós podemos te ajudar. Marque com nossa equipe para fazermos um diagnóstico gratuito. Assim você saberá como podemos ajudar a tirar esse projeto do papel.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram