5 dicas e conceitos que todo futuro empreendedor deveria saber

Quem deseja abrir seu próprio negócio costuma enfrentar algumas dificuldades. E o futuro empreendedor precisa se preparar para elas.

A instabilidade econômica, a burocracia que ainda emperra muitas ideias, o crédito escasso ou com juros muito altos e a falta de uma educação empreendedora nas universidades são alguns fatores que dificultam a vida de quem sonha em abrir seu próprio negócio.

Nesse contexto, percebe-se que empreender exige muito mais do que coragem e ter uma ideia de negócio. Para abrir uma pequena empresa ou startup, o empreendedor precisa ter em mente as mudanças que ocorrerão em sua rotina e o quanto ele está preparado para elas.

Diante desse cenário, é comum as pessoas se perguntarem se, realmente, vale a pena empreender.

Para ajudar a responder esta pergunta, nós listamos neste artigo as principais dicas e estratégias necessárias para o futuro empreendedor. Confira!

Você está preparado para ser um futuro empreendedor?

Existem diversas razões que levam as pessoas a abrir seu próprio negócio, como, por exemplo, mais flexibilidade e autonomia para tomar suas próprias decisões, mais tempo com a família, trabalhar menos e, até mesmo, por não conseguir um novo emprego.

Apesar do empreendedorismo trazer diversos benefícios, ele também traz outras obrigações, nem sempre muito claras para quem vai abrir seu primeiro negócio.

É importante você avaliar se as suas expectativas pessoais estão alinhadas com a realidade do mercado que você deseja atuar.

Outro fator essencial é avaliar o seu grau de preparo para as exigências de um negócio próprio e avaliar o que precisará fazer para se capacitar.

Portanto, aproveite as dicas e conceitos a seguir para avaliar estes itens!

Monte o Plano de Negócios

O primeiro passo do futuro empreendedor é montar seu Plano de Negócios.

Um Plano de Negócio é um documento que descreve os objetivos de um negócio e quais os passos que devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas para o futuro empreendedor.

Ele é essencial por vários motivos:

  • é um processo de validação de ideias de negócios;
  • é um instrumento de diminuição de riscos, criando ações preventivas contra possíveis ameaças e desafios;
  • permite analisar o mercado e os potenciais clientes, evitando investimentos improdutivos e gastos sem sentido.
  • é essencial para a negociação e obtenção de recursos, como empréstimos ou investimentos;
  • é uma ferramenta dinâmica de apoio à gestão, podendo ser ajustado, sempre que necessário devido às novas exigências do negócio;

Pesquise o seu mercado

A pesquisa de mercado é um passo essencial para o futuro empreendedor e para quem já possui um negócio. Essa ferramenta ajuda a entender o mercado em que você vai atuar.

Nesse sentido, uma pesquisa de mercado é um processo de coleta e análise de informações que vai ajudar na tomada de decisões estratégicas, minimizando os riscos do seu negócio.

Através dela é possível identificar uma série de fatores como:

Além disso, a pesquisa também fornecerá dados para dimensionar o mercado e identificar o segmento mais lucrativo. Assim, o futuro empreendedor poderá direcionar seu planejamento estratégico e suas ações de forma assertiva.

Faça um planejamento financeiro

Todo negócio, no início, passará por um período de amadurecimento, onde as  receitas ainda não serão suficientes para cobrir os custos da empresa.

O futuro empreendedor deve se preparar através de um planejamento financeiro detalhado para saber o quanto será o capital necessário para iniciar e manter a operação da empresa até o momento em que ela se torna lucrativa.

No planejamento financeiro devem constar, por exemplo:

  • investimento fixo, como o aluguel ou compra de imóveis, compra de equipamentos, móveis e instalações;
  • investimentos pré-operacionais para despesas com projetos, pesquisas de mercado, registro da empresa;
  • capital de giro para arcar com todos os gastos e despesas iniciais da empresa nos primeiros meses de funcionamento. Inclui o próprio sustento do empreendedor, impostos, taxas, despesas de manutenção;

Portanto, realizar este planejamento é essencial para conhecer quanto será necessário investir inicialmente, além de minimizar os riscos da sua empresa fechar por falta de dinheiro.

Invista na sua preparação

A busca por conhecimento e a atualização constante sobre o negócio serão fundamentais para o sucesso do futuro empreendedor.

Você precisa identificar as áreas que domina e aquelas em que precisará se capacitar para operar o seu negócio.

Assim, você conseguirá trabalhar de forma mais eficiente e organizada, além de embasar melhor suas decisões.

Por exemplo:

para isso, busque livros, sites, estudos, publicações, faça cursos sobre empreendedorismo e gestão.

É muito comum os profissionais que se tornam empreendedores em sua própria área de especialização focarem os esforços nos assuntos que dominam tecnicamente, ignorando os demais.

Esse é um erro que o futuro empreendedor não pode cometer, pois, inicialmente, ele terá que gerenciar todos os setores da empresa.

Nesse contexto, as áreas mais estratégicas que, geralmente, necessitam de capacitação, são:

  • Marketing e Vendas: vender é um fator crítico para os negócios em fase inicial. Cursos de marketing e vendas ajudarão o futuro empreendedor a divulgar seus produtos e serviços da forma correta, aumentando as receitas no curto e médio prazo;
  • Gestão de Pessoas e liderança: gerir pessoas é um desafio, principalmente em um negócio iniciante, onde o empreendedor terá que ser um líder inspirador para que seus funcionários trabalhem motivados e contribuam para o crescimento do negócio. É essencial aprender técnicas de gestão de pessoas, feedback e comunicação;
  • Finanças: outra área de aprendizado fundamental é saber gerir as finanças da empresa de forma assertiva. O futuro empreendedor precisa saber diferenciar os gastos pessoais dos empresariais e entender conceitos contábeis básicos para não perder o controle das finanças, seja em épocas de crise ou de crescimento.

Uma ótima fonte de aprendizado para o futuro empreendedor é o Sebrae, que oferece cursos presenciais e à distância.

Aprenda a gerenciar os riscos

Todo negócio possui riscos. Risco é a combinação entre a probabilidade de ocorrência de um determinado evento e os impactos (positivos ou negativos) resultantes, caso ele ocorra.

Nesse contexto, é essencial que o futuro empreendedor aprenda a conviver com os riscos e, principalmente, gerenciá-los.

A melhor maneira de se prevenir é entender quais são os riscos inerentes aos negócios que você possui ou deseja possuir.

Existem os riscos sobre os quais você não tem controle algum, como as flutuações do mercado, decisões políticas e econômicas do governo, entre outros.

E existem os riscos que dependem de você para serem minimizados e que devem ser mapeados.

Algumas ações que o futuro empreendedor pode realizar neste sentido, por exemplo:

  • Contratar um bom advogado para avaliar seus contratos de fornecimento, de venda, de trabalho e suas práticas trabalhistas;
  • Contrate um bom contador que garanta o cálculo e recolhimento correto de todos os impostos, bem como a obtenção de licenças e alvarás, quando necessário;
  • Contrate um consultor de negócios ou um mentor, que poderão ter um olhar mais isento sobre suas decisões, avaliando as consequências. Um mentor, especificamente, poderá contribuir com sua experiência de mercado.
  • Analise as informações obtidas a partir do seu Plano de Negócios e Pesquisa de Mercado e liste todos os riscos que conseguir identificar, sejam do seu negócio, de mercado, concorrência e outros que fizerem sentido para seu segmento. Ao lado de cada um deles, defina pelo menos uma ação estratégica a ser realizada caso este risco se torne realidade.

Em  conclusão

O futuro empreendedor deve buscar conhecimento em diversas áreas para aumentar as chances de sucesso do seu negócio.

Portanto:

Seguindo os passos deste artigo, você estará muito mais bem preparado para levar a sua empresa rumo ao sucesso, de forma sustentável e sem surpresas desagradáveis.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram